You are currently viewing Ciência, Criticidade e Criatividade na BNCC
Aula de Ciências na Teia Multicultural trabalhando criatividade e criticidade.

Ciência, Criticidade e Criatividade na BNCC

Você conhece as conexões entre a Competência 2, Ciência, Criticidade e Criatividade na BNCC?

Aqui, você pensará conosco como a Competência Geral 2 trata Ciência, Criticidade e Criatividade na BNCC.

Primeiramente, vejamos a descrição na Base Nacional Comum Curricular:

Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer à abordagem própria das ciências, incluindo a investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade, para investigar causas, elaborar e testar hipóteses, formular e resolver problemas e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das diferentes áreas. (BNCC, p.11)

Existe bicho mais curioso do que uma pessoa? 😅

Pode ser que sim, mas nós alteramos profundamente a realidade com a curiosidade.

Desde criancinhas, com nossas primeiras experiências. Até chegarmos à fase adulta – veja nosso post sobre a Competência 1. Conhecimento.

A partir de nossa curiosidade, conhecemos ferramentas, aprendemos seus usos e utilizamos nossa criatividade para soluções de problemas e necessidades.

Além disso, a nossa realidade também é composta por curiosidade, criatividade e soluções de outras pessoas.

Somos capazes de criar e compartilhar ficção, arte, até chegar em soluções científico-tecnológicas – como vemos com a Competência 5. Cultura Digital.

Certamente, a escola potencializa isso tudo.

A Escola desenvolve Ciência, Crítica e Criatividade com a BNCC?

Em princípio, sim. Parece até redundância dizer que na escola desenvolvemos o Pensamento Científico, Crítico e Criativo.

Afinal, a escola é a instituição constituída pela linguagem científica. Sua função é o desenvolvimento e propagação dessa linguagem. Dividida na BNCC, como:

  • Área de Linguagens (Arte, Educação Física, Língua Inglesa e Língua Portuguesa);
  • Área de Matemática;
  • Ciências da Natureza;
  • Ciências Humanas e Sociais (Geografia e História);
  • Ensino Religioso.

Embora o Ensino Religioso tradicionalmente seja ligado a dogmas, na BNCC ele propõe as Ciências da Religião como instrumento de investigações das manifestações religiosas. Intimamente ligadas às Ciências Humanas.

Dentro da perspectiva de Educação Integral, essas Áreas do Conhecimento se interconectam em prol do Letramento Científico.

Na escola, não só desenvolvemos a capacidade de compreender e interpretar o mundo (natural, social e tecnológico), mas também de transformá-lo com base nos aportes teóricos e processuais das ciências. (BNCC, p.321)

Mas é só a Escola que desenvolve a visão Científica, Crítica e Criativa?

Talvez o Pensamento Científico seja mais difícil de se desenvolver fora da Escola e da Academia. Não é impossível. Principalmente em um mundo conectado.

Mas a escola é muito mais legal para isso! Pois além de sua preocupação com o desenvolvimento cognitivo, a escola aproxima as pessoas. E são elas que constroem as Ciências! 😉

Por outro lado, a Crítica e a Criatividade são anteriores ao ambiente escolar. É com a família e com as amizades, e inimizades, que aprendemos a criticar, a inventar e resolver problemas.

Afinal, conhecimentos e visões de mundo se articulam em inúmeras possibilidades na formação de nosso Repertório Cultural.

Ai, ai, ai… Não estamos incentivando a evasão escolar! 😬

A escola é o ambiente pensado para a sistematização e interpretação, sustentação ou negação de dados científicos. É nela que aprendemos a impermanência e evoluções do Pensamento Científico, Crítico e Criativo.

Quer dizer, é assim que desejamos. A Competência Científica, Crítica e Criativa na BNCC é para o desenvolvimento de uma sociedade justa, cooperativa e democrática.

Este texto é escrito em um momento difícil. Às vezes gente poderosa com discursos negacionistas prejudicam a saúde, a arte e a verdade.

Entretanto, parafraseamos a sensibilidade de Mario Quintana:

ELES PASSARÃO… NÓS PASSARINHO!

Por fim, qual é sua Ciência preferida? E como você potencializa sua Criatividade?

Sua Crítica também é muito importante, curtiu este post?

Francisley da Silva Dias

Mais conhecido como Francis, é Educador, Professor de Língua Portuguesa Brasileira, Preparador, Revisor e Tradutor de textos; acredita na Educação e nas Artes como essenciais para os desenvolvimentos sociais.

Deixe um comentário