You are currently viewing A Competência Comunicação da BNCC
Conheça a competência 4 da BNCC, comunicação, bem como seus impactos em nossa sociedade.

A Competência Comunicação da BNCC

Você sabe como é apresentada a Competência Comunicação da BNCC?

Conheça as habilidades da Competência Comunicação da BNCC. Aqui, apresentamos sua importância para nossas ações cotidianas.

Primeiramente, veja a descrição dessa Competência na Base Nacional Comum Curricular:

Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –, bem como conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo. (BNCC, p. 9)

Assim, a Comunicação proposta pela Base tem um sentido amplo. De acordo com sua ideia de Educação Integral.

Ou seja, a Comunicação utiliza linguagens artísticas e científicas para acontecer. Essa Competência Geral abrange a diversidade comunicativa para a compreensão mútua.

Vale o destaque à LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), pois, ao lado da Língua Portuguesa a LIBRAS também é nosso idioma oficial.

Sugerimos o vídeo Estruturas da Base, interpretado em LIBRAS, ele apresenta o histórico da BNCC.

A Competência Comunicação tem relação muito próxima com a Competência Repertório Cultural – aproveite para ver nosso post sobre ela 😉

Principais pontos da Competência Comunicação da BNCC

Certamente, você já viu o esquema básico de comunicação:

Fonte: https://www.significados.com.br/elementos-da-comunicacao/

Por exemplo, pensemos na sala de aula tradicional.

Nele, EMISSOR é o PROFESSOR e RECEPTOR é o ALUNO; a MENSAGEM é o CONTEÚDO e o CANAL é a AULA.

Nesse esquema básico, o FEEDBACK é a compreensão do ALUNO.

Assim, a Comunicação se estabeleceu. Pois o professor, ou a professora, conseguiu atingir seu objetivo de transmitir algo compreensível.

Parece simples, mas estão envolvidas habilidades diversas. Aqui, em resumo:

  • Expressão: As pessoas envolvidas, conseguem expor o que pensam, compartilhando informações e compreensões;
  • Escuta: As pessoas conseguiram se ouvir, entendendo as intenções umas das outras;
  • Discussão: A partir das expressões e escutas, as pessoas conseguiram discutir o assunto, ampliando seus entendimentos.

Deste modo, essas são as habilidades básicas para o desenvolvimento da Competência Comunicação. Visando ao entendimento mútuo, da descrição da BNCC.

Como ir além com a Comunicação?

Muito bem, o exemplo considera o professor apenas como emissor, e o aluno apenas receptor. Apesar de, muitas vezes funcionar, hoje a escola está pronta para superar isso.

A sala de aula é um espaço dialético de comunicação.

Nas escolas, EMISSÃO e RECEPÇÃO fazem parte da ação de todas as pessoas envolvidas – estudantes e equipes educadoras.

Numa perspectiva freiriana, aprendemos ao ensinar e ensinamos ao aprender. 😍

Assim, as habilidades de escuta processam a compreensão por meio da abertura, do interesse atencioso e da ponderação respeitosa.

Por consequência, as expressões de sentimentos, ideias e opiniões aumentam com diferentes linguagens. Sejam artísticas, corporais, verbais ou não verbais.

Ou ainda digitas, com o multiletramento da Cultura Digital, na utilização de plataformas de vídeos, imagens, áudios e outras manifestações multimodais.

Além de criar espaços de discussões com argumentos cooperativos, livres de preconceitos. Para alcançar a construção de uma sociedade justa e democrática.

Para finalizar, lembre que as habilidades comunicativas da Competência 4 são para a vida!

Precisamos desenvolver nossas capacidades de escuta, expressão e discussão para nossa comunicação acontecer bem.

Pois como já dizia Chacrinha: Quem não comunica se trumbica! 😁

E para você, comunicamos bem sobre essa Competência Geral?

Comunique-se conosco, da sua maneira preferida!

Francisley da Silva Dias

Mais conhecido como Francis, é Educador, Professor de Língua Portuguesa Brasileira, Preparador, Revisor e Tradutor de textos; acredita na Educação e nas Artes como essenciais para os desenvolvimentos sociais.

Deixe um comentário