A Escola e suas Salas Ambiente

Você já pensou sobre as salas ambiente da escola como ferramentas pedagógicas?

Neste post vamos refletir sobre a escola e suas salas ambiente nos processos de ensino e aprendizagem.

Geralmente, quando visualizamos uma escola vemos prédios com corredores de acesso a salas de aulas cheias de cadeiras e carteiras.

Há outras salas, mas elas são estéreis por serem isoladas; “dos professores”, “da coordenação”, “da direção”, “da biblioteca”, “do laboratório de ciências ou de informática”… Nesse prédio há pátio, ou pátios, e uma quadra (talvez mais de uma) usada em momentos específicos, para finalidades específicas.

Esse é um modelo clássico, já bastante estudado e criticado, principalmente pelo pensador francês Michael Foucault que fez duras comparações entre os espaços disciplinadores das fábricas, hospitais, prisões e, veja só, escolas!

Hoje, nós pensamos diferente, apesar da insistência que ainda existe nesse sentido altamente disciplinador de corpos e mentes, queremos liberdade para ensinar e aprender.

A Escola e suas Salas

Pois bem, se queremos mudar o pensamento exposto anteriormente, precisamos pensar sobre o que temos.

Em uma escola, a sala de aula é imprescindível. É nela que haverá a sistematização dos conhecimentos.

Desse modo, não queremos negar as experiências e materiais acumulados ao longo da História da Educação. A lousa, o giz (ou canetão), as cadeiras, mesas, cadernos e todas outras ferramentas são essenciais para as aulas.

Esses espaços devem ser considerados como ambientes de criação de laços cognitivos e afetivos, afinal é neles que diariamente a turma se encontra para o convívio educativo.

Por isso, a sala de aula deve receber atenção estética. Cores, formas, referências materiais, alocações e realocações de móveis, mobilidade, criatividade a favor do espaço.

“Nosso interesse tende a diminuir por tudo que se torna repetitivo e habitual . A quebra de padrões favorece o desenvolvimento de nosso potencial criativo, somente o ato de mudar de espaço ou reconfigurar o espaço da sala de aula já potencializa o engajamento e estimula a criatividade dos alunos”.

Talita Andrade

Enfim, cada sala de aula pode ser um ambiente acolhedor, aconchegante para pessoas e desenvolvimento de competências e habilidades.

Com a experiência da pandemia da Covid-19, ampliamos nossas convivências com a realidade digital, em espaços diversos, pessoais ao abrirem-se as câmeras e as casas.

Por isso, ampliamos nossas noções de sala de aula.

Os lares se fortaleceram como extensões escolares, e talvez sigam se desenhando assim, considerando as possibilidades do ensino híbrido; realidade cada vez mais presente.

Apesar disso, o espaço físico das escolas continuará sendo a maior referência para as aulas e partilhas de conhecimento entre estudantes e equipes pedagógicas.

Por isso, é imprescindível rever as salas de aula e outros ambientes da escola como espaços pedagógicos e firmamento de afetividades e construções de conhecimento.

Ambientes das Escolas

Conforme vimos no início deste texto, no geral temos uma visão comum aos espaços escolares.

Neste espaço as salas são encerradas nelas mesmas, servindo apenas para finalidades estritas.

Quer dizer, a quadra é para aulas de educação física, a biblioteca para pesquisa, o laboratório para aulas específicas, assim por diante.

Mas é possível utilizar esses ambientes com outras finalidades?

Acreditamos que sim.

Dá para combinar o uso da quadra para fazer momentos de leituras ou de debates e tomadas de decisão; usar a biblioteca para contações de histórias, pequenos saraus e, obviamente, momentos de leituras e realização de tarefas das diferentes áreas do conhecimento; ir ao laboratório para observar objetos e estudar desenho, matemática, ler histórias de ficção científica.

Dessa maneira, combinando com as coordenações, com as pessoas responsáveis pelos espaços, criamos uma cultura escolar de apropriação dos espaços para outras elaborações cognitivas, socioemocionais e criativas, expandindo repertórios.

Podemos dar à escola o valor comunitário que ela merece.

Certamente, essas relações de apropriação dos espaços variam de acordo com as realidades possíveis de cada unidade escolar e a qual sistema ela responde.

Nossa intenção aqui é mostrar pensamentos e provocações para modificações, de acordo com cada possibilidade.

A Escola e suas Salas Ambiente

Seguindo assim, vamos comentar a especificidade da Teia Multicultural.

Nela, existem as salas de referências para cada ciclo da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Nessas salas acontecem os principais momentos das aulas e das sistematizações das turmas específicas, mas nada impede que outras turmas frequentem e compartilhem os espaços.

Além dessas salas de referências existem outros espaços, chamados de Salas Ambiente destinadas a certos propósitos, no entanto também servem para outras infinitas propostas.

Ateliê de Artes – Salas Ambiente

Neste espaço estão os materiais das artes plásticas, é nele que são desenvolvidas atividades de confecções de figurinos, peças tridimensionais, pinturas e estudos de diferentes técnicas para a execução de acordo com as demandas.

Sala LIS (Luz, Imagem e Som)

A Sala Lis é um ambiente pensado para o trabalho de ensaios cênicos que envolvam iluminação e outros aparatos teatrais, mas também para produções de roteiros pensados para vídeos – curtas, animações, telejornais –; as aulas de música acontecem nela, ali estão instrumentos musicais e outros aparelhos pensados para a produção sonora.

Sala de Movimento

Este é um ambiente pensado para atividades físicas voltadas à dança, às experimentações cênicas, à yoga e outros momentos que tenham o corpo como foco, mas com atividades mais técnicas e menos expansivas como são as esportivas que se utilizam da quadra. Uma das paredes da sala é toda de espelho para que esse caráter de estudos coreográficos tenha mais recursos.

Laboratório de Ciências

Uma sala com equipamentos típicos dos estudos das Ciências da Natureza como microscópios e telescópios, além de amostras de plantas e animais conservados em formol para apreciação e estudos.

Sala de Informática

Em parceria com a Microsoft, nesta sala estão diversos materiais de eletrônica e robótica, além de uma impressora 3D para execução de projetos das diferentes áreas do conhecimento. Uma ferramenta que tem sido muito aproveitada e gerando novos engajamentos é o Minecraft Education Edition. Com eles as turmas estão descobrimento habilidades e conhecimentos que vão além do simples prazer do jogo.

Nosso desejo é que esses ambientes possam ser parte de diferentes escolas, mas sabemos que é um caminho de construção e conquistas, no qual estamos em parceria.

Para finalizar, conte pra gente: sua escola tinha ou tem salas ambiente interessantes?

Francisley da Silva Dias

Mais conhecido como Francis, é Educador, Professor de Língua Portuguesa Brasileira, Preparador, Revisor e Tradutor de textos; acredita na Educação e nas Artes como essenciais para os desenvolvimentos sociais.

Deixe uma resposta