You are currently viewing Mapa da Inovação e Criatividade na Educação Básica
Neste post conheceremos o que foi o Mapa da Inovação elaborado pelo Ministério da Educação (MEC) e a participação da Teia Multicultural.

Mapa da Inovação e Criatividade na Educação Básica

Neste post conheceremos o que foi o Mapa da Inovação elaborado pelo Ministério da Educação (MEC).

Em 2015, o MEC lançou um edital com o intuito de mapear as principais organizações educativas e escolas públicas e privadas que promovem a inovação e práticas criativas na educação básica.

A partir da avaliação das instituições, feita por grupos regionais, o mapeamento levou em conta cinco dimensões da inovação – ambiente, método, articulação com outros agentes, gestão e currículo – que foram condensadas no Mapa de Inovação e Criatividade na Educação Básica.

As cinco regiões brasileiras foram contempladas no mapeamento: Norte (7,6%), Nordeste (21,9%), Centro-Oeste (8,7%), Sul (13,7%) e Sudeste (50,8%). Foram 682 as instituições inscritas no edital, sendo apenas 178 as selecionadas pelo MEC – 138 das quais reconhecidas como inovadoras e 40 com qualidade em seus projetos de inovação, mas ainda em fase de desenvolvimento.

A maior parte das instituições são escolas (74,3%) – 52,5% públicas e 47,5% particulares – e a atuação compreende o Ensino Infantil, Fundamental e Médio, além da educação de jovens e adultos (EJA).

São 83 instituições que desenvolvem atividades inovadoras que abrangem a educação infantil, 135 estão voltadas aos estudantes do Ensino Fundamental, 73 trabalham com adolescentes do Ensino Médio e 40 atuam na educação de jovens e adultos. O estudo também verificou práticas de inovação desenvolvidas no Ensino Médio Técnico.

Os outros 25,7% ficam por conta de organizações educativas voltadas para a formação de crianças, adolescentes e jovens, com foco nas áreas de cultura, tecnologias digitais, comunicação e educação ambiental.

As escolas inovadoras também estão presentes no campo e em áreas indígenas. Gestores e educadores do campo e líderes indígenas também participaram do edital com seus projetos de inovação e seguem desenvolvendo ações e soluções para assegurar a qualidade da educação nas áreas em que lhes correspondem.

Mapa da Inovação e criatividade para o futuro do ensino brasileiro

O Mapa de Inovação buscou não apenas identificar essas organizações educativas, mas saber em que medida suas práticas inovadoras e criativas podem ajudar a identificar soluções e alternativas para a melhoria da qualidade do ensino brasileiro.

A inovação na educação é considerada uma das chaves para o acesso universal à escola e para garantir uma aprendizagem eficaz.

Além disso, o principal objetivo do MEC ao realizar o mapeamento foi promover a articulação entre essas instituições e com outros agentes, como universidades, secretarias de educação e organizações não escolares.

Em 2016, o Departamento Nacional do Serviço Social do Comércio (SESC) realizou dois encontros com os grupos de trabalho regionais a fim de definir novas estratégias para a articulação dessas instituições e de outras associações interessadas.

A Teia Multicultural e o Movimento de Inovação na Educação (MIE)

As Instituições que antes integravam o Mapa de Inovação, hoje fazem parte da Rede de Inovação e Criatividade na Educação Básica.

A Rede é parceira do Movimento de Inovação na Educação (MIE), que em 2018 retomou os dados do Mapa de Inovação levantados em 2015, acrescentando novas iniciativas.

Idealizado pela Fundação Telefônica Vivo, Ashoka e Associação Cidade Escola Aprendiz, o MIE é integrante da rede MEC e tem o objetivo de trazer soluções inovadoras frente às propostas de educação tradicionais, integrando escolas, professores, educadores, gestores, ativistas e iniciativas sociais.

Para os integrantes do MIE, o inovar na educação significa pensar novas formas de aprendizagem facilitadas pelos recursos tecnológicos que a sociedade brasileira possui atualmente.

Já a criatividade está diretamente relacionada ao prazer que os educandos devem ter em aprender, algo que deve ser resgatado na primeira infância e trazido para as diferentes bases do ensino.

Além disso, o MIE possui uma plataforma online que é utilizada por diversas instituições educativas que desejam compartilhar suas experiências e práticas inovadoras.

A Teia Multicultural foi reconhecida pelo MEC por meio do Mapa de Inovação como uma das 178 organizações inovadoras e referência em criatividade e, hoje, faz parte do Movimento de Inovação na Educação.

A Teia tem utilizado a plataforma do MIE como ferramenta de articulação com outras instituições, bem como para a melhoria do ensino no país.

Durante a pandemia, alguns professores da Teia promoveram aulas e atividades remotas destinadas aos estudantes da rede pública, contribuindo com a educação para além dos muros da escola.

A Teia também tem se dedicado, por meio do projeto Asas Educação, a criar materiais paradidáticos, compartilhando seus projetos pedagógicos inovadores, que cumprem com as exigências da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com outras organizações educativas, promovendo um ensino inclusivo e de qualidade.

Diego Pacci

Redator publicitário e roteirista, sou apaixonado por literatura, fotografia, cinema e pelas mais diversas formas de comunicação. Também sou pai de uma aluna da Teia e fã do trabalho da escola.

Deixe um comentário