Inteligência Lógico-Matemática
Teia Multicultural - Inteligência Lógico-matemática

Inteligência Lógico-Matemática

Inteligência Lógico-Matemática: entenda como esta inteligência está presente no seu cotidiano em diferentes situações e como você a desenvolve.

Quando pensamos em Inteligência Lógico-Matemática costumamos resumi-la a contas, cálculos e expressões numéricas, mas dentro da Teoria das Inteligências Múltiplas de Howard Gardner percebemos que possuímos e utilizamos habilidades relacionadas a ela em diferentes momentos do nosso dia a dia.

Essa Inteligência é medida nos famosos testes de QI, mas neles são verificadas habilidades específicas, principalmente relacionadas a cálculos e à velocidade para realizá-los.

Além dos Testes Lógicos

O que Gardner nos mostra é que esse tipo de conhecimento está além das medidas dos testes. É um pensamento inato que se apresenta desde a infância e se modifica ao longo da vida, com capacidades que devem ser valorizadas e compreendidas em suas amplitudes.

Se você não se acha completamente inteligente neste ponto, tranquilize-se e saiba que somos inteligentes sim, mas em medidas diferentes.

Por exemplo, quando acordamos, lidamos com habilidades relacionadas ao domínio das noções de quantidade, tempo, causa e efeito. Quantas tarefas teremos para o dia? Quanto tempo teremos para realizá-las? Quais devem ser priorizadas? Quais os efeitos dessa priorização?

Também temos de lidar com essas habilidades quando precisamos organizar as coisas, sejam as gavetas de roupas, as estantes de livros, os armários da cozinha, os brinquedos do quarto e o que quer que necessite de ordenação, arranjo e ordem.

Todas as respostas para nossa organização serão dadas a partir das habilidades Lógico-Matemáticas quase sem que percebamos; elas são desenvolvidas ao longo de nossas vidas e vão variar de acordo com nossas aptidões.

Podemos ser pessoas metódicas e conseguir administrar muito bem essas questões, mas pode ser também que não consigamos lidar completamente com elas e nos percamos um pouco em alguns instantes – ISSO É NORMAL! 😊

Nessa brincadeira com esses exemplos, apresentamos capacidades lógico-matemáticas simples, cotidianas, mas claro que elas se complexificam na medida de nossas tarefas e problemas, de acordo com as funções que exercemos academicamente e profissionalmente.

Nesses momentos mais complexos, precisamos fazer abstrações e cálculos mais elaborados.

Exemplos de quem tem a inteligência Lógico-Matemática predominante

Pessoas com predomínio da Inteligência Lógico-Matemática costumam ser metódicas, persistentes e organizadas na maior parte do tempo.

Então elas buscam constantemente explicações coerentemente racionais para tudo que acontece no seu entorno.

Por isso, se dão bem em profissões ligadas às engenharias, ciências exatas, à economia, informática, meteorologia…

Na escola, as crianças e jovens passam por incentivos constantes para os desenvolvimentos das habilidades e competências lógico-matemáticas.

As escolas costumam desenvolver esse tipo de inteligência de uma maneira que muitas vezes não são muito atrativas para crianças, então muitas vezes crescemos acreditando não ter essa capacidade.

Quando uma escola propõe que as crianças organizem uma realização em etapas, está desenvolvendo esse tipo de inteligência, mas a grande maioria não faz esse tipo de trabalho.

Uma novidade que algumas escolas estão utilizando, mas ainda de uma maneira bastante restrita é a linguagem de programação. O Arduino é uma ferramenta que auxilia nesse desenvolvimento.

Você pode desenvolver essa inteligência de muitas formas!

Quanto mais compreensão e acolhimento das diferentes capacidades presentes nas salas de aulas, melhor será a capacidade de organização e aplicação desses conhecimentos e aptidões.

E em Casa?

Tanto na escola, como fora dela, existem atividades que nos proporcionam momentos prazerosos de aprendizagem, aplicação e evolução da Inteligência Lógico-Matemática.

Podemos jogar xadrez, montar quebra-cabeças, brincar com peças de montar, realizar pesquisas e organizar tabelas e gráficos para registrá-las, calcular nossos ganhos, investimentos e consumos…

Sabemos que hoje existem diversos jogos e dinâmicas para desenvolvermos esse tipo de raciocínio.

Hoje em dia também existem jogos online que desenvolvem a inteligência lógico-matemática. Você conhece algum?

Então vou te dar um exemplo: Peça para seu filho (a) dividir uma atividade, como arrumar o quarto, em etapas. Peça para ele te explicar as etapas necessárias para alguma execução, essa é uma maneira de desenvolver o seu cérebro.

Existem alguns enigmas que desenvolvem essa inteligência!

Outro assunto interessante para pensarmos dentro deste tema é a Educação Financeira (mas vamos deixar isso para uma outra conversa, num outro post).

Você consegue calcular o valor das contas fixas a pagar e a pizza que quer comer furando o orçamento? Ou precisa da ajuda das professoras e dos professores de matemática?

Então, você agora já sabe que existem formas diferentes de avaliar e desenvolver inteligências.

Pessoas com essa inteligência bem desenvolvida são ágeis em resoluções de problemas!

Pessoas com essa inteligência bem desenvolvida conseguem entender como processos funcionam em etapas.

Gostou do post? Então conte aqui para nós quais são suas facilidades e dificuldades com a Inteligência Lógico-Matemática!

Francisley da Silva Dias

Mais conhecido como Francis, é Educador, Professor de Língua Portuguesa Brasileira, Preparador, Revisor e Tradutor de textos; acredita na Educação e nas Artes como essenciais para os desenvolvimentos sociais.

Deixe uma resposta